Top Frameworks para Java

Java é uma das melhores linguagens de programação orientada a objetos que está no mundo da codificação há mais de 25 anos. Esta linguagem de script de alto perfil foi lançada inicialmente em 1995, e gigantes da tecnologia como Amazon, Google e Uber a usam.

Embora Java esteja indo muito bem em seu domínio, os desenvolvedores podem definitivamente aumentar seus benefícios enquanto programam, usando a estrutura Java certa.

Portanto, este artigo irá discutir os motivos para usar essas estruturas e as principais estruturas Java em detalhes.

O que é Java?

Java é uma linguagem de programação antiga e baseada em classes projetada por James Gosling. Java é basicamente uma linguagem de codificação independente de plataforma em que você apenas faz o script do código uma vez e pode utilizá-lo em qualquer plataforma.

Após mais de 2 décadas de seu lançamento, esta linguagem segura e escalável ainda é famosa entre os desenvolvedores por causa de suas funcionalidades fáceis de depurar, codificar e compilar.

A recente pesquisa de desenvolvedor do Stack Overflow também afirma que o Java possui a 5ª posição entre as principais tecnologias populares de 2021. Ela obteve 35,35% dos votos a esse respeito.

Da mesma forma, mais de 9.820 empresas também declararam no StackShare sobre o uso da linguagem Java. Netflix, Google, Instagram e Spotify também são algumas dessas empresas de tecnologia que estão praticando Java em suas aventuras distintas.

Vantagens do Java

Java é uma das linguagens de programação mais usadas e robustas da era atual. Por isso, confere diversas vantagens aos seus usuários. Também discutiremos as principais vantagens do Java aqui:

  • Java é considerada uma linguagem de programação descomplicada devido à sua sintaxe simples. Na verdade, é fácil ler, escrever, depurar e gerenciar código com Java. A ausência de propriedades complicadas como classe de armazenamento e ponteiros explícitos também torna uma linguagem fácil de operar para os desenvolvedores.
  • Como uma linguagem de script orientada a objetos, Java também é muito benéfico para seus usuários. Principalmente, esse recurso OOP permite que empresas e desenvolvedores refaçam o código. Esta propriedade definitivamente também aumenta a escalabilidade e adaptabilidade do seu projeto.
  • Java também usa um sistema de gerenciamento de memória de autoativação. Com a ajuda do procedimento de coleta de lixo, ele descarta todos os objetos desempregados. Java Virtual Machine (JVM) também auxilia na administração de memória.
  • Para aprimorar a utilização da CPU, os codificadores Java também obtêm ajuda de sua propriedade multithreading. Este recurso permite que os desenvolvedores operem mais de um thread por vez. Esses vários threads podem não apenas funcionar separadamente, mas também melhorar a eficácia do software.
  • Java também é considerada uma linguagem de programação estável e segura. O principal motivo de sua forte segurança é a ausência de pontos explícitos. Sim, esses pontos explícitos se tornam a razão para abordagens de memória não aprovadas em muitos casos. Java também emprega um gerenciador de segurança para impor uma política de segurança.
  • Como uma linguagem de programação antiga, Java também possui uma comunidade enorme e amigável. Portanto, é fácil para os novatos obter ajuda das comunidades Java em caso de qualquer problema. Da mesma forma, o desenvolvimento de projetos Java é barato porque os programadores Java são muito econômicos para contratar.

Limitações do Java

Como qualquer outra linguagem de programação, o Java ainda pode ser aprimorado. Aqui estão algumas limitações do Java:

  • Comparado com as linguagens principais C ++ e C, Java consome mais memória. Essa desvantagem também leva à codificação lenta e baixo desempenho dos aplicativos Java.
  • No mesmo token, os scripts Java não são considerados concisos e fáceis de ler. Sim, códigos complicados e longos também tornam o Java uma linguagem indesejada para muitos desenvolvedores.
  • Java também precisa de mais espaço de memória. Particularmente durante a realização de operações de coleta de lixo, ele adquire muito espaço que afeta gravemente a produtividade do aplicativo.
  • A interface gráfica do usuário do Java também não é apropriada para construir UIs complicadas. Certamente, as GUIs do Java devem ser modernizadas e aprimoradas.

O que é um Framework?

Frameworks são estruturas que consistem em scripts pré-estabelecidos. Essas funções e classes pré-escritas permitem que os desenvolvedores combinem seus scripts para lidar com problemas específicos. Essas estruturas agem como esqueletos e fornecem aos programadores suporte básico para construir um aplicativo.

Além disso, as estruturas também ajudam as empresas a enfatizar suas competências essenciais, em vez de lidar com as funcionalidades e códigos do lado do servidor o tempo todo.

Por que usar uma estrutura Java?

Aqui estão os motivos básicos para usar uma estrutura Java:

Melhora a Segurança

Um dos principais motivos para usar uma estrutura Java é a segurança. Quando você usa uma estrutura para seu projeto Java, não precisa se preocupar com ataques cibernéticos. Essas ameaças podem ser adulteração de dados, injeções de SQL e falsificação, mas os desenvolvedores não precisam se esforçar para garantir a segurança do aplicativo com uma estrutura.

Além disso, os frameworks Java também oferecem recursos e ferramentas específicos em termos de segurança que também podem proteger um aplicativo contra ameaças cibernéticas atuais e futuras.

Aumenta a velocidade de desenvolvimento

A estrutura Java também confere um conjunto de ferramentas pronto para uso que aumenta a velocidade de desenvolvimento de um aplicativo. Definitivamente, ao usar uma estrutura Java, os programadores não precisam escrever o código do zero e também podem usar os pacotes disponíveis para construir um aplicativo de forma eficiente.

Fornece Apoio Comunitário

Como sabemos, Java é uma linguagem de programação antiga, por isso a maioria de seus frameworks também possuem comunidades grandes e experientes. A assistência e orientação da comunidade de tais frameworks pode ser muito benéfica para startups e desenvolvedores Java. Você também visita os fóruns de discussão das comunidades Java para obter soluções para seu projeto Java.

Concede manutenção e encurta o código

As linguagens de programação não dão muita importância à manutenção do código, mas os frameworks Java sim. Sim, os frameworks Java fornecem grande suporte para teste, depuração e manutenção do código. Da mesma forma, o uso de estruturas também reduz o comprimento do seu código. Portanto, os desenvolvedores podem economizar seu tempo com estruturas em que investem na escrita de longos scripts Java.

Melhora a eficiência do banco de dados

Uma variedade de estruturas utiliza a ferramenta Object Relational Mapper (ORM) para facilitar as funcionalidades do banco de dados. Portanto, com essas estruturas Java, os desenvolvedores não precisam fazer o script dos longos códigos SQL porque o ORM oferece instruções pré-construídas a esse respeito.

Os 10 principais frameworks Java

Um dos frameworks Java mais famosos e confiáveis com seus principais recursos são explicados abaixo:

1. Spring

Para construir aplicativos Java de forma integrada e segura, o uso do Spring é considerado a escolha certa. Na verdade, Spring é um dos frameworks Java mais usados que foi lançado em 2002. Este framework enfatiza a eficiência e a simplicidade. É por isso que ele tem mais de 31 mil garfos e 44,2 mil estrelas no GitHub.

Recursos

Bibliotecas flexíveis – Spring fornece bibliotecas terceirizadas muito flexíveis que ajudam na construção de fluxos de dados seguros e aplicativos baseados em nuvem. As propriedades Dependency Injection (DI) e Inversion of Control (IoC) também melhoram as funcionalidades do framework Spring e suas bibliotecas.

Seguro e rápido – Os administradores de segurança do Spring monitoram de perto todos os bugs e vulnerabilidades. Suas equipes de segurança sempre tentam consertá-los o mais rápido possível. Para melhorar a velocidade dos projetos, o Spring oferece um modelo de programação sem bloqueio. Esse modelo ajuda muito a aumentar a produtividade dos aplicativos.

Spring Boot – Esta ferramenta também é conhecida como Java Spring Boot. Ajuda os desenvolvedores, principalmente quando se trata de criar aplicativos da Web e orientados a microsserviços rapidamente. Para oferecer mais recursos, ele também oferece modelos, ferramentas ricas em nuvem e bibliotecas, etc.

Comunidade de Apoio – O Spring também oferece ótimo suporte à comunidade em várias plataformas. Os desenvolvedores podem obter ajuda no Stack Overflow e Gitter. Empresas e programadores também podem participar de eventos e encontros em seu site oficial na página “Comunidade” para explorar mais sobre esta estrutura Java.

2. Hibernate

Hibernate é uma estrutura Java de código aberto que foi lançada em 2001. Esta ferramenta ORM não depende de nenhum banco de dados. É por isso que é considerada uma opção melhor do que JDBC. O framework Hibernate também gerencia as incompatibilidades de impedância e os mecanismos de cache.

Cerca de 838 desenvolvedores declararam no StackShare que usam o Hibernate para seus projetos. As principais empresas que estão usando essa estrutura Java são Trendyol Group, Redfin e Trade Republic.

Recursos

Rápido e leve – o Hibernate faz backup dos caches de primeiro e segundo nível, o que o torna um framework Java realmente rápido e leve. Também é um software gratuito que vem com a licença da LGPL.

Independente de banco de dados – A natureza independente de banco de dados do Hibernate também o torna a escolha ideal para muitos desenvolvedores Java. Com esta estrutura, os programadores não precisam escrever consultas orientadas a banco de dados. Esse também foi um motivo para lançar este framework como uma alternativa ao EJB2.

Persistência transparente – Com a persistência transparente, também é simples combinar as tabelas do banco de dados com o objeto. Com essa abordagem, os desenvolvedores também podem economizar o tempo que consomem escrevendo códigos de conexão.

HQL – Se você não está disposto a usar SQL, então o uso do Hibernate é a opção perfeita para você. Sim, ele utiliza o Hibernate Query Language que é orientado a objetos e robusto que o SQL.

Fácil de aprender – foi notado que os frameworks Java são um pouco complicados de aprender para iniciantes. No entanto, há uma boa notícia para iniciantes porque é fácil aprender a estrutura do Hibernate.

3. Quarkus

É uma estrutura nativa do Kubernetes e full-stack de Java que foi lançada em 2019 pela Red Hat Software. Embora seja uma nova plataforma em comparação com outras estruturas Java, pode ser a escolha certa para ambientes sem servidor e em nuvem.

A Vodafone Grécia, uma das maiores empresas de telecomunicações da Grécia, usou este framework Java em 2019. Sim, depois de substituir o Quarkus pelo Spring Boot, a empresa percebeu uma melhoria nos registros, segurança e conectividade de banco de dados.

Recursos

Escalável – Quarkus é uma estrutura altamente escalável que grandes empresas podem usar sem qualquer preocupação. Não importa quantos usuários mais estão consumindo seu aplicativo, ele sempre mantém seus aplicativos leves.

Fácil de testar – É conveniente testar códigos com o Quarkus porque ele vem com a funcionalidade Hot Load. Essa estrutura de código aberto também permite que os desenvolvedores alterem o código e realizem as operações em milissegundos perfeitamente.

Supera a memória RSS – Esta estrutura Java consome apenas 1/10 da memória. Esta característica reduz definitivamente os requisitos de memória RSS.

4. Struts

Strut é uma estrutura Java comumente usada que é considerada uma das opções mais poderosas disponíveis. Ele emprega padrões MVC, por isso é considerado uma das soluções de implantação mais rápidas. Isso pode ajudar a criar aplicativos corporativos devido ao poderoso kit de ferramentas que possui.

Recursos

Fácil de aprender – Struts é simples e amigável para iniciantes, pois tem funções simples e uma interface de usuário direta. No entanto, é uma estrutura familiar, mas modernizada, para usuários experientes de Java.

Customizável – possui uma série de ferramentas que podem ajudar a customizar o local de trabalho. Ele também possui várias opções de tema disponíveis para os desenvolvedores.

Recursos do plug-in – pode suportar vários plug-ins, como AJAX, JSON e REST. Isso pode não apenas facilitar os desenvolvedores no desenvolvimento de aplicativos. Mas também vem com facilidade de acesso na implantação.

Desenvolvimento rápido – tem um cronograma de desenvolvimento rápido, pois pode usar várias bibliotecas e funções que já estão incorporadas ao framework. Isso pode acelerar o processo de desenvolvimento, além de manter o código consistente e livre de erros.

Padrões MVC – usa o padrão Model View Controller que pode tornar o processo de desenvolvimento ainda mais rápido. Isso pode ajudar a tornar a decisão de optar por este Java Framework muito mais fácil e simples.

5. JSF — Java Server Faces

Java Server Faces, ou JSF, é um dos frameworks Java mais usados. Isso se deve ao fato de que ele foi projetado em torno do desenvolvimento da Web em Java. Isso vem com uma série de recursos exclusivos que podem ajudar os desenvolvedores a considerá-la a melhor opção para desenvolvimento web.

Além disso, o mais destacado desses recursos é seu foco especial no gerenciamento de desempenho e recursos. Isso pode ajudar no bom funcionamento do aplicativo da web e fornecer ao usuário uma melhor experiência geral.

Recursos

Bibliotecas – são suportadas várias bibliotecas que permitem aos desenvolvedores adicionar ou remover funcionalidades facilmente. Isso ajuda no processo de design e implementação, pois a maior parte da codificação já é feita nas bibliotecas.

Suporte AJAX – Java Server Faces pode permitir suporte AJAX. Isso pode ajudar o desenvolvedor a manipular eventos AJAX para validar qualquer fluxo. Isso pode ajudar o JSF a se tornar uma escolha melhor para aplicativos mais seguros e, subsequentemente, uma estrutura Java mais segura em geral.

Elementos da interface do usuário – possui uma série de elementos que podem ajudar no gerenciamento de usuários e na criação de aplicativos com mais facilidade. Possui uma tag customizada que permite uma interface JSF dentro de uma página JSP.

Desenvolvimento de interface de usuário baseado em API – Java Server Face, como o nome sugere, tem mais inclinação para APIs de interface de usuário. Ele vem com APIs para validação de entrada, manipulação de navegação de página, acessibilidade e internalização.

6. Grails

Grails é uma estrutura Java usada principalmente para testes de automação. Essa estrutura Java tem muitos recursos integrados, como programação orientada a objetos, que a torna uma escolha única de seus concorrentes. Ele também possui vários recursos de teste que ajudam no processo geral de teste. Isso permite que os usuários economizem tempo nos testes.

Recursos

Groovy Design Language – Grails pode permitir que Groovy trabalhe em cima de Java para conceder ao desenvolvedor a opção de mais personalização do front-end do aplicativo. Isso garante que o usuário tenha um bom número de opções de front-end para escolher.

Chamada de recurso dinâmico – tem a capacidade de chamar e executar funcionalidades dentro da página da web sem ter que atualizar os servidores. Isso dá ao usuário final uma experiência muito mais suave e até mesmo garante que a interface não fique inutilizável durante o trabalho no aplicativo.

Suporte à API REST – APIs RESTful possuem vários recursos para gerenciamento de banco de dados. Pode ser uma decisão decisiva para várias pessoas, pois os recursos que o REST oferece não são válidos.

Suporte de back-end – tem um back-end específico para codificação e manipulação de Java. Ele pode ajudar muitos desenvolvedores a compreender e manipular chamadas e usar diferentes formatos de dados em diferentes casos.

7. Vaadin

Vaadin é uma estrutura Java poderosa que pode criar aplicativos baseados na web ricos em recursos. Ele pode trabalhar junto com o Vue JS e o React JS, o que o destaca em seu domínio. Ele pode reutilizar elementos tanto do Vue JS quanto do React JS.

Ele tem acesso ao DOM diretamente da máquina virtual Java na qual é executado. Isso o torna rápido e muito bem otimizado com a máquina que hospeda a máquina virtual para este framework Java.

Recursos

Roteamento cliente-servidor – Vaadin é uma estrutura de teste devidamente estabelecida para Java. É usado principalmente para testar a comunicação cliente-servidor. Esse teste também verifica o roteamento de fluxos de dados e informações.

WebSocket – permite o uso de anotações @Push para habilitar o push do servidor. Faz com que o servidor solicite os elementos prematuramente para reduzir os tempos de processo e carregamento. Isso significa uma melhor experiência do usuário com os aplicativos gerados a partir da estrutura Vaadin Java.

Bem documentado – A estrutura está devidamente documentada e tem um bom suporte disponível online. Isso pode ajudar os novos desenvolvedores a se adaptarem melhor a essa estrutura.

Aplicativo da Web com base em elementos – endossa os padrões definidos para elementos da Web no processo de desenvolvimento.

Ferramentas de construção – tem um bom kit de ferramentas para a construção de aplicativos que incluem recursos Maven e Gradle.

8. Blade

Blade é outra estrutura MVC Java confiável. Essa estrutura geralmente é usada para criar aplicativos da web complicados para Java. O Blade tem mais de 5,5 mil estrelas e 1,1 forks no GitHub. Sua sintaxe simples também o torna uma estrutura Java atraente para muitas empresas e programadores.

Recursos

Jetty Server – para construir um dos aplicativos Java mais leves, seu servidor jetty desempenha um grande papel. Ele também mantém o script claro e descomplicado para os codificadores.

Mecanismo de extensão – suas extensões de plug-in não apenas melhoram a velocidade de script, mas também fornecem muito suporte de desenvolvimento.

Interface de roteamento e suporte a arquivos – A interface de roteamento e o suporte a arquivos enormes também são benefícios de usar esta estrutura.

9. Dropwizard

Para construir serviços da Web RESTful rápidos, o uso do Dropwizard como uma estrutura Java é a decisão certa. Com mais de 8 mil estrelas e 3,3 mil garfos no GitHub, é uma escolha popular entre os desenvolvedores Java.

Recursos

Suporte a bibliotecas – o Dropwizard apóia o uso de bibliotecas independentes para seus projetos, o que é muito útil para os desenvolvedores.

Integração fácil – Se você pensa em integrar com outro framework, então é conveniente com Dropwizard. Ele reforça a adoção de várias estruturas de terceiros.

Desenvolvimento rápido – essa estrutura também ajuda no desenvolvimento rápido de aplicativos porque permite a prototipagem rápida.

Verificações de integridade – para examinar a integridade de seus aplicativos, concede aos codificadores analisar a integridade de diferentes componentes de aplicativos. Com esse recurso, você também pode avaliar facilmente o desempenho e modificá-lo de acordo.

10. Play

Play é outra estrutura Java do modelo-visão-controlador. Esta estrutura de código aberto foi lançada inicialmente em 2007 para aplicativos da web Java. Com cerca de 12 mil estrelas e bifurcações de 4 K, é uma estrutura Java muito procurada que você pode usar para diferentes projetos da web.

286 empresas declaradas no StackShare estão usando esta estrutura Java. The Guardian, LinkedIn e Coursera são os grandes nomes que estão se beneficiando do framework Play.

Recursos

Massive Ecosystem – esta estrutura vem com um enorme ecossistema. Ele confere vários plugins Play, suporte a bibliotecas Maven e muito mais.

Rápido e escalável – é espontâneo compilar e codificar com o Play. Particularmente, a Java Virtual Machine agiliza a criação de scripts de aplicativos com essa estrutura. No mesmo token, essa estrutura Java também é muito escalonável para aplicativos da web modernos.

Amigável para o desenvolvedor – Play também é uma estrutura amigável para o desenvolvedor. Os desenvolvedores podem atualizar rapidamente as alterações de código e ver os resultados. Seu editor também ajuda os programadores a escrever com segurança. As ferramentas de teste integradas, o console dinâmico e o suporte IDE também tornam esta estrutura uma estrutura Java ideal.

Conclusão

Para construir e implantar aplicativos Android e web poderosos e interativos, o uso da linguagem de programação Java é considerado ideal.

Hopefully, our listed Java frameworks would assist coders in developing such Java apps more efficiently. Withal, it is also suggested that the developers not pick a Java framework based on its popularity. Indeed, it is important to check its compatibility with your project.

FAQ

O que é Java?

Java uma linguagem de programação baseada em classe. Java é basicamente uma linguagem de codificação independente de plataforma em que você apenas faz o script do código uma vez e pode utilizá-lo em qualquer plataforma.

Quais são as vantagens do Java?

– Simples de usar
– Seguro
– Barato e econômico de manter

Quais são os melhores frameworks Java?

– Spring
– Hibernate
– Quarkus
– Struts
– JSF
– Grails
– Vaadin
– Blade
– Dropwizard
– Play


Leave a reply

Your email address will not be published.