As 10 melhores ferramentas de vendas para startups

Começar é um desafio – e ter as ferramentas certas em sua pilha de tecnologia pode fazer toda a diferença no mundo.

As ferramentas de vendas iniciais podem ajudá-lo a otimizar seu processo de vendas, esteja você tentando conquistar seus primeiros clientes ou manter seu ímpeto. Para isso, confira a lista de ferramentas de vendas de startups para ajudá-lo a impulsionar seus negócios, encontrar e atrair leads qualificados e fechar mais vendas.

Uma ferramenta de vendas é um aplicativo ou software que ajuda os profissionais de vendas a fazerem seu trabalho com mais eficiência. CRM, inteligência de mercado, prospecção, análises, relatórios e treinamento e integrações de vendas estão entre os tipos mais comuns de ferramentas de vendas.

Sua equipe de vendas terá um desempenho mais eficiente e eficaz se você usar as melhores ferramentas de vendas para startups. Isso levará a clientes mais felizes.


Heroku vs Azure

A plataforma de computação em nuvem da Microsoft Azure tem competido consistentemente com as ofertas da Amazon (AWS) e do Google (Google Cloud Platform) para permanecer uma das plataformas mais populares para implantação e gerenciamento de aplicativos de servidor.

As soluções incluem um ambiente de nuvem completo para desenvolvimento e implantação de aplicativos, e o Azure lida com o provisionamento de servidor e armazenamento em nome dos usuários para que eles possam se concentrar em melhorar o código. Hoje, nós o confrontamos com o Heroku, uma das plataformas de desenvolvimento de aplicativos baseadas em contêiner mais antigas.

Se você deseja escolher entre os dois, continue lendo enquanto discutimos os recursos e vantagens, para que você possa fazer uma escolha informada.

Principais aprendizados

  • Azure é um serviço de nuvem multiuso e Heroku a PaaS
  • Heroku é um serviço gerenciado e o Azure tem serviços gerenciados e não gerenciados
  • Azure é da Microsoft e Heroku é da Salesforce
  • Azure tem datacenters em todo o mundo e Heroku trabalha nas regiões dos EUA ou Europa

Google App Engine vs OpenShift

A conteinerização é frequentemente vista como a abordagem de próxima geração para virtualização, pois encapsula o aplicativo e suas dependências em seus próprios ambientes isolados, permitindo que sejam executados isoladamente enquanto utilizam os mesmos recursos em um sistema operacional.

Os contêineres podem ser implantados em números muito maiores do que as VMs, tornando-os extremamente populares entre os novos desenvolvedores que buscam construir aplicativos escalonáveis que possam lidar com o aumento do tráfego de entrada sem queda no desempenho.

Aqui, damos uma olhada em duas plataformas que oferecem recursos de conteinerização e as comparamos para identificar os ambientes de trabalho ideais onde serão a melhor correspondência. Se você deseja selecionar um para o seu negócio, use os recursos e vantagens descritos a seguir para tomar uma decisão informada.

Principais aprendizados

  • App Engine é a solução PaaS do Google
  • OpenShift é um software de conteinerização da RedHat
  • O App Engine é executado no GCP e o OpenShift oferece uma opção de implantação local

GitHub Pages vs Netlify

À primeira vista, GitHub Pages e Netlify parecem ter muito em comum. Ambos são excelentes serviços, oferecendo aos usuários a hospedagem de seus sites estáticos por meio de seu processo de construção personalizado.

Se você já usa o Git como um sistema de controle de versão de software, pode ficar tentado a continuar seu projeto nas páginas do GitHub. No entanto, o Netlify oferece uma competição acirrada com preços inovadores, métodos de implantação intuitivos e alguns recursos adicionais, como reversões com 1 clique, reescritas personalizadas, etc.

Se você está procurando um serviço de hospedagem de sites e está confuso entre os dois, continue lendo para saber mais sobre suas características e vantagens para que você possa tomar uma decisão informada.


As melhores ferramentas de low-code para startups

Com o desenvolvimento de ferramentas de baixo código, criar aplicativos nunca foi tão simples. Com essas soluções, agora é fácil projetar programas ainda mais complicados sem pagar muito dinheiro, perder semanas ou meses ou contratar muitos desenvolvedores.

E você está bem ciente da importância dos apps no nosso dia a dia, seja para uso social ou profissional. Além disso, você não precisa ser um assistente de programação para criar aplicativos notáveis.

As plataformas de baixo código garantem que você acabe escrevendo pouco ou nenhum código enquanto cria aplicativos que transmitem tecnologia e impulsionam sua empresa.


Heroku vs Google Cloud

Uma plataforma de computação em nuvem confiável que suporta a conteinerização é agora um dos requisitos mais vitais em todos os domínios do setor. Os contêineres isolam o software de seu ambiente e garantem que ele funcione uniformemente, mesmo se houver um problema de compatibilidade entre as versões de desenvolvimento e de teste.

Portanto, a escolha da plataforma pode impactar diretamente o desempenho do aplicativo e o valor que eles entregam aos usuários finais. Aqui, damos uma olhada em duas das plataformas mais populares, ou seja, Heroku e Google Cloud, entre as quais os desenvolvedores encontrarão todas as ferramentas e serviços necessários para construir aplicativos dinâmicos modernos que escalam facilmente.

Principais aprendizados

  • Heroku é uma implementação de PaaS
  • O Google Cloud é um provedor de nuvem com vários serviços
  • Heroku oferece implantações nos EUA e na Europa
  • O Google Cloud oferece datacenters em todo o mundo
  • Ambas as plataformas são gratuitas para começar

Google App Engine vs AWS

Devido ao aumento no tráfego de aplicativos móveis, os desenvolvedores agora começaram a olhar para as plataformas de computação em nuvem. Essas plataformas fornecem recursos computacionais muito maiores necessários para aumentar a velocidade de desenvolvimento e também permitem que as empresas dimensionem o aplicativo com base no tráfego de entrada.

Muitos dos principais provedores de serviços em nuvem têm ferramentas dedicadas para o desenvolvimento de aplicativos móveis, então você pode escolher aquela que melhor atenda aos requisitos do projeto.

Aqui, damos uma olhada nas ofertas do Google e Amazon, App Engine e AWS respectivamente, enquanto comparamos seus recursos e vantagens para ajudá-lo a tomar uma decisão informada.

Principais aprendizados

  • App Engine é a solução PaaS do Google Cloud
  • AWS é o maior provedor de nuvem do mundo
  • App Engine é um serviço gerenciado
  • AWS tem serviços gerenciados e não gerenciados
  • Ambas as soluções são gratuitas para começar

AWS Lambda vs Heroku

O desenvolvimento de aplicativos inteiramente na nuvem é extremamente benéfico para desenvolvedores em ambientes de alto tráfego e de produção ao vivo. As implementações de computação em nuvem sem servidor trazem poder de processamento avançado e escalabilidade que o hardware físico não consegue acompanhar durante as demandas mais altas.

Duas das implementações mais populares são AWS Lambda e Heroku, que permitem aos desenvolvedores desenvolver aplicativos altamente escaláveis e dinâmicos rapidamente, aumentando assim sua produtividade.

Continue lendo enquanto comparamos essas duas plataformas para descobrir seus recursos e vantagens a fim de decodificar quais ambientes de produção serão mais adequados para elas.

Principais aprendizados

  • Lambda é uma plataforma sem servidor da AWS
  • Heroku é uma plataforma como serviço da Salesforce
  • Ambas as soluções são gratuitas para iniciar e acelerar o desenvolvimento de aplicativos

Google App Engine vs Azure

Os serviços de nuvem pública têm sido uma bênção para os desenvolvedores de aplicativos móveis, fornecendo-lhes maior poder de processamento e servidores disponíveis 24 horas por dia.

Isso resulta diretamente em tempo de atividade máximo para aplicativos de desenho de tráfego maiores e também ajuda enormemente com escalabilidade conforme a base de usuários cresce.

Dois dos provedores de serviços em nuvem mais populares são o Google e a Microsoft, fornecendo aos desenvolvedores de aplicativos um ambiente amigável para construir e implantar aplicativos que podem ser executados em várias plataformas sem problemas de compatibilidade.

Observe como comparamos o Google App Engine e o Microsoft Azure para que você possa selecionar aquele que melhor atende aos seus requisitos de negócios.


As 10 principais plataformas de PaaS gratuitas

O uso de serviços de computação em nuvem, principalmente a Plataforma como Serviço, está aumentando rapidamente entre empresas e programadores.

De acordo com uma previsão do Statista, as receitas mundiais de PaaS chegarão a cerca de 30 bilhões de dólares em 2022. Também é essencial saber que os gastos globais de PaaS foram de apenas 15 bilhões de dólares em 2018. Esses números mostram o rápido aumento da capacidade de uso das plataformas de PaaS.

No entanto, muitas startups, empresas e desenvolvedores desejam experimentar os serviços PaaS usando plataformas grátis para iniciar. Portanto, este artigo vai compartilhar uma das principais plataformas PaaS gratuitas com todos os detalhes necessários.