Top 10 Linguagens de Programação para Front-End

Este artigo discutirá as dez melhores linguagens de programação para front-end, seus principais recursos, vantagens e limitações. A lista inclui React, Javascript, CSS, HTML, Angular, Vue, SASS, Swift, Elm e jQuery.

No desenvolvimento de um aplicativo móvel ou da web, o lado do cliente ou front-end tem grande importância porque o usuário só o experimenta. Embora o back-end também seja muito importante, um usuário só pode testemunhar o que está acontecendo no front-end.

Portanto, para melhorar a impressão de seu aplicativo diante de um usuário, um desenvolvedor não pode comprometer a qualidade do desenvolvimento de front-end. Para fornecer uma ótima experiência do usuário do lado do cliente, as linguagens de front-end desempenham um grande papel.

É por isso que este artigo vai compartilhar as melhores linguagens de front-end com seus recursos. Além disso, este guia também discutirá os benefícios de ser um desenvolvedor de front-end e a diferença entre o back-end e o front-end.

Diferenças entre front end e back end

Front-end e back-end são dois termos muito famosos que são comumente usados ​​na indústria de desenvolvimento de software. Em primeiro lugar, se falamos de frontend, você pode chamá-lo de skin do software.

Na verdade, o front end é o “lado do cliente” de um aplicativo que pode ser tocado, visto e experimentado. Em palavras simples, tudo o que um usuário de aplicativo está visualizando é um front end, como menus de navegação, modelo de aplicativo e botões, etc. JavaScript, CSS, React e HTML são as linguagens de front-end amplamente reconhecidas.

Por outro lado, todas as operações relacionadas ao “lado do servidor” referem-se ao back-end. Essas operações de back-end podem ser sobre a atualização de bancos de dados, códigos de script e APIs e construção de bibliotecas, etc.

Em outras palavras, um back-end é sobre todas as funções que estão sendo conduzidas nos bastidores que um usuário do aplicativo não pode testemunhar. Python, JavaScript, Ruby e Java são as linguagens de back-end mais usadas.

Vantagens de ser um desenvolvedor front-end

Você é um desenvolvedor novato e quer saber o escopo de ser um desenvolvedor front-end? Ou deseja explorar os benefícios de escolher o desenvolvimento de front-end como carreira? Se sim, então você deve ler estas vantagens de ser um desenvolvedor front-end.

Grande crescimento na carreira

Uma das vantagens mais empolgantes de se tornar um desenvolvedor front-end é o grande crescimento de sua carreira. Hoje em dia, grandes empresas, PMEs e pequenos empreendimentos consideram necessário ter uma aplicação web e mobile. É por isso que, para oferecer experiência confiável do lado do cliente, a indústria de software sempre precisa de bons desenvolvedores de front-end.

Existem cerca de 1,8 bilhões de sites ativos em 2021 na Internet, e esse número era de apenas 968,9 milhões em 2014. Isso indica que o número de sites online está aumentando, e essa tendência também aumenta a demanda por desenvolvedores front-end. Portanto, um desenvolvedor front-end tem grande espaço para crescimento nos próximos anos.

Salário atrativo

Um salário atraente é outro grande benefício de se tornar um desenvolvedor front-end. De acordo com o PayScale, o salário-base médio de um desenvolvedor front-end é de cerca de US $ 75.020 por ano.

O salário de um engenheiro front-end bom ou experiente pode ser em torno de US $ 115 mil / ano. Até poderia ser mais do que isso se você for um mestre em sua área. Isso mostra que os desenvolvedores front-end têm um bom pagamento.

Oportunidades de freelancer

Você não está feliz com um emprego das 9h às 17h e procurando a carreira certa? Em caso afirmativo, você pode escolher o desenvolvimento de front end como carreira. Inegavelmente, a programação de front-end é uma carreira muito flexível, em que um desenvolvedor pode ser seu próprio patrão quando procura oportunidades de freelancer.

Desta forma, um desenvolvedor front-end trabalha sempre que quiser e de qualquer lugar de acordo com sua própria taxa escolhida. Portanto, um desenvolvedor front-end tem oportunidades de oferecer seus serviços em plataformas de freelancer como Upwork, Fiverr etc.

Oportunidades para se estabelecer em países desenvolvidos

A demanda por engenheiros front-end é muito alta em todo o mundo, mas se você deseja se estabelecer no exterior ou em um país desenvolvido, pode ser uma ótima opção.

Com experiência de 3 a 4 anos em engenharia de ponta, um desenvolvedor tem muitas chances de conseguir o emprego dos sonhos em países desenvolvidos como Estados Unidos, Canadá, Nova Zelândia e Alemanha, etc. Além disso, você também pode ter a chance de trabalhar com gigantes da tecnologia como Google, Facebook, Apple e Adobe.

Trabalho em evolução consistente

O desenvolvimento de front end é um campo em constante desenvolvimento, por isso não o deixaria entediado. Sempre há oportunidades novas e interessantes de trabalhar em linguagens exclusivas usando várias ferramentas e estruturas de programação. Esse também é um motivo pelo qual os programadores de front-end amam seu trabalho. Sem dúvida, eles sempre podem mudar seu domínio escolhendo um idioma novo ou diferente.

Flexível e Criativo

O desenvolvimento é uma das carreiras mais flexíveis. Mesmo muitas empresas como o Google oferecem um ambiente muito confortável para seus funcionários trabalharem. Felizmente, um desenvolvedor de front-end pode trabalhar em casa se se sentir mais flexível lá. Da mesma forma, o desenvolvimento de front end é a escolha perfeita para indivíduos criativos.

Você pode melhorar a experiência do usuário aqui com suas abordagens e habilidades criativas de resolução de problemas. Os desenvolvedores também são bem-vindos para inventar novas maneiras de melhorar os designs de UI / UX.

As 10 principais linguagens de programação de front end

De acordo com uma pesquisa do WP Engine, HTML é a linguagem de front-end mais fácil de adicionar ao conjunto de habilidades de um desenvolvedor. No entanto, se você for um iniciante, um desenvolvedor ou uma empresa, deverá ver essas 10 principais linguagens de front end com seus recursos.

Linguagem de programação de front-endApps famosos
ReactFacebook
Instagram
Khan Academy
JavascriptGoogle
Wikipedia
Yahoo
CSSPublicis90
RollPark
Angry Birds Space
HTMLO projeto WWW Link
X.COM Link
**website.com Website
AngularLego
Forbes
Autodesk
VueBehance
Nintendo
Gitlab
jQueryUpwork
LinkedIn
Udemy
SwiftUber
Slack
WhatsApp
SASSStackShare
Alibaba Travels
Trivago
ElmCointracking
Iwantmyname
Tetris

Continue lendo para saber mais.

1. React

React é uma linguagem de front end que funciona em JS para melhorar os recursos de usabilidade. Esta é uma biblioteca de código aberto que foi lançada inicialmente em 2013. Ela foi desenvolvida pelo Facebook há cerca de 8 anos e agora é usada para os principais aplicativos da web, como Facebook, Instagram, WhatsApp, Yahoo! Etc.

O React se tornou popular devido à grande variedade de ferramentas disponíveis para melhorar a experiência do usuário. De acordo com SimilarTech, mais de 1.383.672 sites em todo o mundo estão usando React.JS. Os principais países que estão usando o React como linguagem de interface são os Estados Unidos, a China e o Reino Unido.

Características principais

Aceita JSX prontamente – o React possui vários recursos integrados que fornecem uma base para o que deve ser aceito como texto. Isso aceita JSX e também oferece suporte a citações de HTML. Isso pode ajudar no aprendizado fácil para um novo desenvolvedor.

Depuração fácil – Isso significa que, como estrutura ou biblioteca, deve-se ter as ferramentas adequadas para funcionar de maneira eficaz e eficiente. Um dos principais recursos do React é a depuração fácil. Sua simplicidade não deixa muito espaço para erros e a depuração pode ser feita antes que o código seja executado.

Suporte a SEO – React é SEO amigável e pode facilmente aparecer em uma carga pesada. Este suporte de SEO oferece uma grande vantagem para aplicativos de alta carga em termos de otimização de mecanismo de pesquisa.

2. JavaScript

JavaScript está no mercado há muito mais tempo. Este é um dos mecanismos mais comumente usados ​​para desenvolvimento de front end junto com HTML e CSS. É uma linguagem simples, fácil de entender, aprender e implementar. É suportado por muitas outras linguagens de back end.

Ele apareceu pela primeira vez em 1995 e melhorou muito. A W3Techs afirma que 97,4% dos aplicativos da web estão usando JavaScript como linguagem de front end. Na verdade, aplicativos conhecidos como Netflix e Uber também empregam JavaScript.

Características principais

Arquitetura do lado do cliente – usa um modelo “do lado do cliente”, o que significa que reduz a carga no servidor e é muito rápida de acordo com os recursos do cliente.

Design rico em recursos – pode ser usado para criar interfaces muito intrigantes e atraentes. Tem suporte a várias bibliotecas externas que adiciona recursos.

Suporta uma ampla variedade de idiomas – tem suporte para HTML e pode ser facilmente distribuído por meio dele para gerenciar o conteúdo. Além disso, ele pode ser programado para recuperar dados de várias fontes ou formas.

Verificações de segurança – JavaScript requer criptografia e verificações de segurança adequadas dentro do código como a arquitetura “do lado do cliente”. Ele indica que o código vai para o cliente, que pode ser facilmente violado se o código não for criptografado corretamente.

3. CSS

CSS é outra das melhores linguagens de front end. Cascading Style Sheets é basicamente uma ferramenta de design da web usada para controlar o layout de uma página da web. CSS é um estilo em cascata separado que funciona no front end. CSS é basicamente um pequeno arquivo que copula o back end com um pequeno arquivo.

Além disso, isso garante que a linguagem de front end entenda completamente o código e a maneira como ele funciona. Ele foi lançado em 1996, um ano depois do JavaScript, e foi desenvolvido pelo W3C.

Recursos principais

Cascading Style Framework – Isso pode ser vantajoso para as diferentes páginas da web que têm muitos tipos diferentes de conteúdo ou carga de contêiner.

Menor carga no arquivo HTML – Isso pode ser usado com o código HTML para cascatear o arquivo HTML e seu conteúdo para permitir uma menor carga no código HTML.

Funcionalmente Rich – CSS tem muitas funções quando se trata de estilo de texto, fontes e cores. Ele pode controlar a aparência de toda a sua página da web com tamanho de fonte e cor simples.

Suporte para navegadores cruzados – CSS garante suporte para navegadores cruzados e para que o navegador seja capaz de entender a colocação e execução eficiente do código.

Endossa uniformidade por meio de plataformas – Esta linguagem de programação de front end garante que o conteúdo e os dados estejam na sintaxe correta. Portanto, há menos espaço para erros deixados no conteúdo e na legibilidade.

4. HTML

HTML ou linguagem de marcação de hipertexto é normalmente usada para desenvolver sites, páginas da web e aplicativos da web. Após seu lançamento inicial em 1993, ele foi atualizado constantemente para adicionar novos recursos. O lançamento mais recente do HTML5 acabou de ocorrer este ano. Os desenvolvedores novatos preferem começar sua carreira de programação front-end a partir de HTML.

Características principais

Amplamente compreendido – HTML ainda é preferido a um programa alternativo para o desenvolvimento de um código de backend. Isso ocorre simplesmente porque é descomplicado, pequeno e amplamente compreendido.

Fácil de aprender e implementar – é uma linguagem gratuita e fácil de entender. Não é difícil usar essa linguagem com qualquer implementação fornecida. Mais importante, ele é compreendido diretamente por qualquer navegador sem a ajuda de mascará-lo com qualquer outra linguagem de front end.

Integração perfeita com outras linguagens – é fácil editar junto com qualquer outro código. Ele pode ser integrado antecipadamente a qualquer outro código ou formulário. Muitos programadores que têm conhecimento de qualquer linguagem de front-end ou back-end usaram HTML.

Teste e depuração fáceis – É amigável e facilmente compreensível por um usuário, mesmo se um erro for cometido no layout ou formatação. É também uma das linguagens front-end mais leves disponíveis no momento.

5. Angular

Angular é uma ferramenta de desenvolvimento de front end moderna que está se tornando popular com muitos aplicativos com o layout “feed”. Ele está se tornando cada vez mais popular após seu lançamento inicial em 2016. Grandes nomes como Microsoft e Autodesk estão fazendo uso dessa tecnologia. O Angular ajuda você a criar aplicativos dinâmicos de página única (SPAS) e interativos com a ajuda de suas características surpreendentes.

Características principais

Separação de preocupações e injeção de dependência – Esta linguagem de front end divide a carga no cliente e no servidor para garantir que todos os componentes sejam carregados espontaneamente.

API Restful – os designers podem usar HTML como uma linguagem de modelo e estender a sintaxe HTML para fornecer os componentes de software de forma simples. O Angular não exige que o designer dependa de bibliotecas de terceiros para criar aplicativos usando o Angular.

Tratamento de AJAX – Angular para um meio fácil e eficiente de empregar e lidar com questões de AJAX.

Employees MVC Patterns – Esta ferramenta usa HTML no backend para facilitar que os programadores possam se acostumar com isso facilmente. É capaz de simplificar facilmente os padrões MVC simplesmente tendo uma estrutura básica de 3 componentes.

Estrutura orientada a objetos – o Angular tem muitas funcionalidades de codificação incorporadas, pois usa uma estrutura de objetos simples e direta. Ele ainda permite chamar objetos sem funções getter ou setter.

Teste e depuração fáceis – Os recursos angulares também permitem um teste fácil, pois o código pode ser executado a qualquer momento para testar as funcionalidades.

6. Vue

Vue é uma das principais linguagens de front end dinâmicas para a criação de uma interface específica. Para vinculação de dados ativa, o Vue foi lançado inicialmente em 2014. Além disso, essa estrutura poderia ser operada em um criador de elétrons. Ele também oferece suporte para aplicativos de desktop e móveis.

O Vue se inspira no Angular e no React, ambos muito bem estabelecidos no mercado. Isso significa que ele pode oferecer suporte e permitir um entendimento mais fácil para novos desenvolvedores que buscam implementar essa tecnologia.

Características principais

Integração de front-end – A biblioteca central não só presta atenção à facilidade da camada de apresentação do usuário para torná-la mais fácil. Ele também se integra com outras bibliotecas ou projetos existentes.

Ideal para designs de página única – o Vue é o alimento ideal para aplicativos complicados de página única combinados com ferramentas modernas e bibliotecas de suporte. O Vue tem uma integração simples com o código de back-end, pois não requer muitas mudanças nos aplicativos existentes.

Vários plug-ins disponíveis – também podem ser criados em aplicativos JavaScript. Muitos plug-ins de terceiros estão disponíveis para facilitar os desenvolvedores na criação de um aplicativo de som.

Arquivos leves – os arquivos são leves e flexíveis em termos de suporte para programadores mais novos. Isso é popular porque também é facilmente compreensível pelos desenvolvedores do React.JS.

7. jQuery

jQuery é uma pequena biblioteca que pode ser incorporada a um arquivo JavaScript. Isso muda o comportamento do JavaScript e sua funcionalidade. Na verdade, essa ferramenta também pode ser usada para projetos de programação fim-a-fim.

Recursos

Suporte a DOM – permite muita manipulação em Modelos de Objeto de Documento (DOM). Esta biblioteca não só permite selecionar entre os modelos de objeto, mas também adicionar ou remover elementos CSS.

Suporte de animação – oferece ótimo suporte para animações como carrossel e fade in. É fácil de aprender, pois é baseado diretamente no JavaScript e na forma como o codificamos.

Efeitos especiais de texto – o jQuery permite ao usuário adicionar efeitos especiais a um arquivo JavaScript simples. Isso pode tornar a página da Web intrigante e mais atraente para o leitor. Além disso, pode ser uma grande vantagem para quem deseja tornar o programa atraente.

Bem documentado – ele tem uma ampla variedade de suporte disponível e torna mais fácil para qualquer pessoa aprender a implementação. Ele também tem suporte para API, portanto, se você encontrar um erro, pode ter certeza de encontrar soluções.

Suporte universal a navegadores – o jQuery inclui suporte a uma ampla variedade de navegadores. Isso também pode ser executado em sistemas mais antigos.

Suporte AJAX – Ele também pode suportar funções Ajax, para que você possa fazer páginas da web constantemente atualizadas.

8. Swift

Swift é outra linguagem de front-end poderosa e pura. Foi desenvolvido pela Apple Inc. em 2014. Desde então, tornou-se cada vez mais popular. Ele só recentemente obteve suporte para Windows desde o lançamento de setembro de 2020.

Recursos

Fácil de aprender – o Swift é fácil de ler e escrever. Nesse sentido, os codificadores devem ser gratos por sua ortografia, gramática e sintaxe simplificadas. Até um novato pode escrever o código perfeito.

Ideal para software Apple – Seu desempenho atual é muito impressionante. Pode ser uma opção perfeita para dispositivos iOS, macOS, watchOS e tvOS.

Rede de Apoio – Você encontrará rapidamente o desenvolvimento Swift do projeto de acordo com a sua necessidade. Isso incluirá o desenvolvimento posterior da ferramenta. Como regra geral, o Swift permitirá que você estenda sua funcionalidade devido ao excelente suporte de rede.

Processo de adaptação é rápido – Com uma base de código curta e simples, o processo de adaptação é mais rápido. A codificação em Swift é fácil para um iniciante ler, pois é principalmente em inglês e direta.

Muito mais rápido do que seus concorrentes – é usado principalmente com o desenvolvimento do Apple iOS, pois a Apple oferece suporte a ele em comparação com Object-C ou qualquer outro concorrente. O Swift tem um desempenho excelente e é bastante rápido, o que se demonstrou ser superior ao idioma anterior. O código Swift é 2,6 vezes mais rápido que o Objective-C, de acordo com uma declaração no site oficial da Apple.

Gerenciamento de erros – o Swift tem uma boa capacidade de tratamento de erros, tipagem forte e propriedades de segurança. Desta forma, a probabilidade de erro e falha do código diminui. Isso pode identificar facilmente os bugs e tem a capacidade de corrigi-los. É mais eficiente e fácil de integrar.

9. SASS

SASS é um pré-processador CSS. Em certo sentido, o SASS pode ser considerado uma linguagem de extensão de folha de estilo. Ele foi lançado em 2006 para simplificar o CSS e maximizar seus recursos.

Recursos

Recursos de personalização – permite usar variáveis, operações matemáticas, mixins, loops, funcionalidade de importação e outros recursos interessantes que tornam o CSS muito mais poderoso.

Usa funções do Windows – estende as funções padrão do Windows que representam as principais vantagens da linguagem de programação.

Oferece Variáveis ​​- SASS oferece Variáveis. Esta é uma grande vantagem sobre algo como CSS, que se torna mais difícil de transportar dados. As variáveis ​​facilitam a compreensão dos dados e valores em uma parte mais longa do código.

Pode ser codificado em CSS e SASS – SASS pode ser codificado em código CSS e SASS. Sim, ambos são suportados. Isso significa que há muitas vantagens para um programador que entende de codificação CSS.

Deslocamento simples de CSS para SASS – um dos mais comuns é o recurso SCSS, que exige que você renomeie sua extensão de arquivo CSS para ‘.scss’ de forma simples, e ele terá imediatamente todos os recursos que o SASS vem com.

10. Elm

Elm é um programa amigável para iniciantes que é um ótimo pacote para qualquer um que esteja entrando em linguagens de front end. Mesmo que tenha algumas restrições em termos da forma como você codifica. Isso é menos problemático, pois deixa menos espaço para erros.

Recursos

Modelo específico de domínio – Elm é específico de domínio, portanto, tem um conjunto estático de locais onde pode ser executado. Ele é desenvolvido levando em consideração a usabilidade e o desempenho. Também é rigoroso no código e na maneira como ele funciona.

Escalável – a linguagem de front-end do Elm é escalonável e menos sujeita a erros. Ele tem um compilador extremamente útil que garante que o código seja legível e fácil de manter.

Suporte de front end e back end – originalmente feito para ser uma linguagem simples de front end, mas o lado do servidor também é facilmente programável nessa linguagem. Isso torna mais fácil para um especialista não depender de nenhuma linguagem externa para o código ou de um pequeno desenvolvimento de back-end.

Conclusão

Este artigo apresentou uma das melhores linguagens de programação de front end. Seja você uma empresa ou um programador, é vital entender as necessidades de programação de sua aplicação.

Sem dúvida, depois de entender os requisitos de seu software, seria conveniente escolher a linguagem de front-end certa para tornar seu empreendimento bem-sucedido.

FAQ

Quais são as diferenças entre front-end e back-end?

O front end é o “lado do cliente” de um aplicativo que pode ser tocado. Por outro lado, todas as operações relacionadas ao “lado do servidor” referem-se ao back-end.

Quais são as vantagens de ser um desenvolvedor front-end?

– Crescimento profissional
– Salários altos
– Oportunidades para se estabelecer em países desenvolvidos

Quais são as linguagens de programação front-end mais populares?

– React
– Javascript
– CSS
– HTML
– Angular
– Vue
– jQuery
– Swift
– SASS
– Elm


Leave a reply

Your email address will not be published.